Num comparativo à entrega que a mulher faz no casamento, Alexandre Linhares se entrega, vestido de noiva, ao seu trabalho criativo autoral. Liberto de amarras, realiza a performance "sim,sim,sim" ficando parado, imóvel, no cruzamento entre a Av. Visconde de Guarapuava e Alf. Poli, buscando signos para a coleção que estava compondo. Convidou 13 artistas para cada um, a seu modo, registrarem o processo de "sim, sim, sim". Esta vivência, mais os registros, culminaram em resultado-roupa numa das coleções mais significativas de sua história, até agora. Neste trabalho, escreveu a letra da música "sim,sim,sim", que tem melodia/produção de César Munhoz, cantada pela estrela Jô Marçal. No vídeo desta coleção, são mostrados 3 tempos na vida da mulher idealizada nesta coleção. Quando jovem, lamentando a perda do seu. Já realizada, firme ao abandonar o seu. Na velhice, surpreendida com o "nunca tivera". Ainda nesta, brinca com a identidade de gênero.            o gif ao lado é do Luízo Cavet

sim,sim,sim

010