na H-AL trabalhamos com economia circular e zero resíduos, desde 2007

 

a busca pela sustentabilidade é algo que precisa ser vivido no dia a dia, caso contrário é impossível produzir produtos o mais próximo possível do ideal sustentável (nominamos aqui sustentabilidade como o respeito ao ciclo natural da biosfera e o menor impacto possível ao meio ambiente) pois

a nossa produção e consumo

é reflexo da nossa visão de mundo.

 

precisamos ter visão ampla com os resíduos. da mesma maneira que não podemos misturar uma garrafa pet com casca de limão no descarte //  dentro do nosso mais íntimo ambiente deve haver um reflexo dos nossos hábitos para além do discurso. contemplemos o alimento que comemos e - este será o primeiro ponto de mudança.

sustentabilidade também é a maneira como nos relacionamos com os seres, os colaboradores não nasceram para nos servir, eles também têm desejos e sonhos. assim como os animais que habitam o mesmo planeta >> aqui relacionamos o planeta com o ateliê e o prato de comida com a linha produtiva.  ​

"a pesquisa surgiu durante os anos e foi se aprimorando em cursos de eco e slow design. o instinto de conservação ambiental e a busca por não desperdiçar o dinheiro investido * e pelo não descarte * sempre foram naturais em nós e não acreditávamos que isso era diferencial - era sim nossa obrigação como empresários e como cidadãos"

hoje, 90% da produção é feita com reuso de resíduos de ateliês de Curitiba e de acervos pessoais que acabam chegando em nossas mãos - e o que não se transforma em roupa ou bandeiras, acaba sendo empregado em enchimento de almofadas e bonecas.

nossa pintura é manual e feita com tinta de tecido, porém seu resíduo é acolhido por outras peças, em formas de pingos, escorridos e manchas.

 ela não vai pra água,

nem pro esgoto,

  nem pro solo.

 

"limpar o pincel numa camisa de seda branca é libertador!"

por fim, toda a produção da H-AL é feita em nossa casa por nós dois, enquanto curtimos o isolamento da pandemia e construímos um novo mundo a partir do olhar interno.