poesia desilusória

“poesia desilusória”

 

 

Antologia dos 10 anos de carreira do estilista curitibano Alexandre Linhares é narrada como um livro de poesias. Coleção resgata a complexidade no processo criativo da moda

 

Espiritualidade, introspecção e sentimentos sublimados dão o tom para a coleção de roupas sóbria e diáfana, quase monástica, se não fosse a hierática transparência em diálogo ensurdecedor com a pintura sobre tecido. Brancos lavados contracenam com vermelhos intensos, harmonizados entre suaves azuis, amarelos e verdes, os cinco tons carregados de simbolismo das bandeiras tibetanas.

 

Silhuetas abstratas; volumes esvaziados de sentido; construções do vestuário sem lado certo; peças de roupa com ocasião de uso indefinido; gênero-fluido; sem idades; nem identidade. Proposital? Na realidade, esclarece Linhares: “A intenção não é perturbar e, sim, acalmar”. Dissonante do que se espera de uma grande retrospectiva, Poesia Desilusória, ele explica: “É uma coleção ‘modestamente apolítica e sutil".

 

Resultado de um processo experimental, linguagem artística e desapego raro ao sistema, a marca H-AL de Alexandre Linhares, rebate tanto os cânones quanto os clichês da moda. As peças de roupa são acabadas com retalhos resgatados de historias passadas, poemas escritos, porém não recitados, sentimentos sublimados com chance de voltar à tona.

 

Uma vez pronta a peça, inquietações levam à novas intervenções, em gestos anárquicos, carregados de afeto. Tinta aplicada a mão sobre o tecido, bordados interrompidos sobre o pano, aplicações desconexas que geram padrões decorativos, vazios substituídos por hiatos, transparências opacas, brilho mordaz.

 

Poesia Desilusória revela o criador de moda como elemento provocador, disruptivo, articulador de imersões investigativas nos campos da subjetividade. Aqui, sem qualquer pretensão de entregar-se seja à esta ou aquela causa, nem despertar nada demais, desde que seja pura poesia, páginas folheadas de um livro em construção, o conto de uma história sem fim.

 

Astrid Façanha

 

1/1
Mostrar Mais