coleaboração com a artista plástica Sheila Ribeiro, em foto de Leco de Souza e beleza de Thifany F. 011

 

 

sobre nós, a Sheila escreveu:

 

"A moda de Alexandre Linhares - Heroína, propõe um jogo contemporâneo de poder. É o poder do algodão, que pode virar tranças ou cordas. Que pretende ser puro e nobre. Simples e, por isso, extremamente refinado em sua grandeza. As cordas estão lá lembrando que poderiam estar amarradas, mas não estão. Heroína é pra ser qualquer tipo de mulher, ou pessoa. Qualquer não, todo. Isso significa que quem a veste pode também ter nascido biologicamente do sexo masculino. Porque, para Linhares, as cordas, de doces tecidos (como seu rosto e voz), estão lá para serem desamarradas de todos os jeitos."

 

Sheila Ribeiro