Ondas de frequência


Ondas de frequência é o nome com que nós batizamos este bordado, e ele vem sendo trabalhado desde 2018. Seu início foi em "Despida de Palavras".

"Despida de Palavras" foi lançada dia 19/07/18 na Galeria Teix. Na exposição, montamos um painel de 16m² representando a foto acima em tecidos e bordados. Outra parede foi montada com mostruários de tecidos decoração bordados, uma média de 140 peças.

O painel abaixo, representa a fotografia do convite. A foto foi feita em 2016, num momento onde Alexandre e Thifany estavam fazendo uma residência na Galeria Teix, a discussão interna deles era sobre suas "terceiras peles" - a casa. No meio de tantas reviravoltas, essa foto marcou esse tempo e o início de uma nova jornada, novos horizontes, o "el dourado" prometido além das serras.

Este bordado demorou uma média de 30 dias para ficar pronto, e nesse momento estávamos começando nossa parceria com a Loja do Mon. Participamos da abertura da Bienal de Curitiba de 25 anos, e fizemos uma performance em parceria com a Curitiba Cia de Dança. Na performance os dançarinos se relacionam com o painel e na sequência, eles sobem até a Sala Araucária, no Olho do Mon, e instalam o painel. Além da instalação, tivemos um vídeo performance projetado no espaço. Assista aqui. Fotos abaixo Mariana Alves.

Numa busca de tornar os produtos mais democráticos conseguimos traduzir as linhas do horizonte apenas com linhas de costuras. Abaixo, Mariana Midori (que era nossa estagiária na época e participou deste processo de bordados) usa um vestido de "oito visões" primeiro lote.

E então de "oito visões" nasceu "ondas de frequência" que já muda o foco para as frequências que você quer acessar. Na história, já atravessamos para além do horizonte fisicamente, precisamos agora alterar a frequência disponível no plano sutil. "A frequência é uma grandeza física que indica o número de ocorrências de um evento em um determinado intervalo de tempo." O bordado é uma evolução do anterior, até a forma de fazê-lo e pensá-lo evoluiu, é a regência da Lei da Impermanência: "É, pois, na impermanência das coisas que está o próprio progresso inexorável a que todos estamos sujeitos."

Aqui um pouco da nossa produção atual, você pode ver mais em nosso site clicando aqui.

Além dos vestidos e camisetas, o bordado de "ondas de frequência" também está nas máscaras, fotos abaixo. Nosso bordado icônico está agora aplicado em produto de primeira necessidade <3

Metade do valor das vendas das máscaras estão sendo destinados para compra de cestas básicas para mulheres de comunidades carentes, veja mais clicando aqui.


Mesmo de máscara, por favor, só saia na rua em situação de extrema necessidade. O distanciamento continua sendo a maior proteção para você e para o próximo.

0 visualização